Os Fiscais Federais Agropecuários, especialmente aposentados, filiados ao Anffa Sindical, continuam sendo vítimas de quadrilha que têm usado o nome do Sindicato para aplicar golpes. De acordo com Valdemar de Lima Vilar, delegado na DS do Piauí, “os filiados, geralmente, são procurados, via telefonemas e e-mails, por um homem supostamente chamado Paulo Roberto, que dá diretrizes para recebimento de valores expressivos da Justiça, em razão de demandas de ações coletivas, orientando a procurar o também suposto João Cavalcanti Machado, através de número com DDD de Brasília - DF”.

A Diretoria de Assuntos Jurídicos do Anffa Sindical tem orientado os filiados, desde fevereiro deste ano, contra os golpes utilizando o nome da entidade. De acordo com a advogada do Sindicado Vivyanne Paiva, a prática é mais comum do que se imagina. “Sempre recebemos reclamações e o principal alvo dessas armadilhas são os aposentados e pensionistas”, afirma.

Segundo Vivyanne, geralmente, os estelionatários têm acesso prévio a dados públicos das vitimas e referentes à ações judiciais, e, a partir disso, tecem argumentos para extorquir valores que, segundo eles, seriam referentes à “pagamento das custas processuais”. “É importante ter ciência de que a Justiça não faz cobranças em nenhuma hipótese com relação à execução das ações”, alerta a advogada.

Além de telefonemas e e-mails, os golpistas podem utilizar correspondências e até mensagens de texto no celular. O golpe apresentado ao filiado se trata de estelionato, já que as informações são falsas com a intenção de obter alguma vantagem indevida do filiado. O crime, quando praticado com idoso, tem pena prevista em dobro, de acordo com o Artigo 171 do Código Penal Brasileiro.

Confira aqui o comunicado com orientações da Diretoria de Assuntos Jurídicos e previna-se contra os roubos.

Setor Comercial Sul, QUADRA 02, BLOCO C, 4º andar, Ed. Jockey Club, Brasilia-DF, Cep: 70.302-912, Brasília-DF -(61) 3321 5241