Artigos

“Agroecologia e produção orgânica” é o título do artigo da FFA (Fiscal Federal Agropecuária) Vera Lúcia Ferreira, disponível no site do Anffa Sindical para os interessados no assunto. O texto ressalta que a prática tem como objetivo promover a qualidade de vida com proteção ao meio ambiente a partir de um sistema que não utiliza agrotóxicos, organismos geneticamente modificados, adubos químicos ou substâncias sintéticas que agridam o meio ambiente.

O comércio exterior brasileiro tem crescido nos últimos anos, fazendo com que a balança comercial alcance sucessivos recordes. O Porto de Santos, o maior da América Latina, viu suas exportações e importações aumentarem 16% e 30% no período de 2004 a 2008, respectivamente. 

O Brasil, país de dimensões continentais, ainda está participando do processo evolutivo. Dentro deste panorama, constatamos a existência de dois “Brasis” no que se refere ao abate de animais de açougue. O primeiro, dos matadouros municipais, que se assemelham à época da “pré-história”, em que se constata uma situação degradante e desrespeitosa à dignidade e à saúde do ser humano, herança legítima da época colonial e que permanecem funcionando na quase totalidade dos municípios brasileiros.

Os sindicatos precisam combater essa ofensiva das empresas e dos governos

Foi uma duríssima queda de braço, na qual não houve vencedores. De um lado, o Palácio do Planalto entoando o mantra da crise internacional para glosar legítimas reivindicações de várias categorias do funcionalismo. Do outro, 22 carreiras típicas de Estado reunidas na inédita UCE (União das Carreiras de Estado), provando por A + B que o governo podia avançar bem mais na proposta de reajuste de 15,8%, divididos em três anos.

O Sindicato não existe para si mesmo, mas para a sociedade, para fazer conhecer o que a Fiscalização Federal Agropecuária realiza para o bem comum, sobretudo no que tange à produção e fornecimento de alimentos saudáveis, não somente para o povo brasileiro, bem como para os demais povos que habitam o planeta Terra.

Ao sair das brumas autoritárias, o Brasil buscou refletir e remodelar suas instituições a partir da democratização ancorada na consagração do Sistema de Freios e Contrapesos. Vinte e três anos depois, o grande desafio é fazer valer, na prática, a independência dos três Poderes, tal como concebida, em 1748, na Teoria da Separação dos Poderes formulada por Montesquieu em “O Espírito das Leis”, cuja essência havia sido estudada anteriormente por Aristóteles.

No momento que Fiscais Federais Agropecuários abraçam a campanha em defesa da meritocracia, convém reviver as origens do poder discricionário de distribuição de cargos públicos no Brasil, desde a Côrte Lusitana aos nossos atuais dias de peleja no Ministério da Agricultura

Artigo de Fiscal Federal Agropecuário analisa a Lei nº 12.527, que regulamenta o acesso às informações públicas, e suas implicações para o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento.

Artigo redigido pelo FFA Antônio Samarão Gonçalves, Diretor de Comunicação e Relações Públicas da ANFFA Sindical, e Jamir Inácio de Oliveira, Fiscal Federal Agropecuário SEFIP/SFA-MG, relata os perigos que a contaminação por metais pesados representa à saúde pública e salienta: é imperioso que o MAPA edite normas específicas que regulamente os limites máximos desses elementos na alimentação animal.

A política de remuneração de pessoal na gestão do presidente Lula, apesar de também irregular como a de FHC, reestruturou diversas carreiras e atualizou quase 100% das remunerações dos servidores federais nos três poderes, inclusive os militares, o que tornou os salários do serviço público compatíveis com os praticados no setor privado.

Antônio Samarão, Diretor de Comunicação e Relações Públicas do Sindicato, redige artigo com o propósito de esclarecer sobre o uso de hormônio nos frangos

Revista V&Z do CRMV-MG, edição jan/fev/mar 2011, publica artigo de Camila Queiroz Ferreira e Antônio Samarão Gonçalves, Diretor de Comunicação e Relações Públicas do Sindicato. Trabalho aborda tópicos relacionados com plantas transgênicas, também chamadas de Organismos Geneticamente Modificados, a sua regulamentação e utilização na alimentação animal

Com o propósito de esclarecer algumas dúvidas a respeito da reforma da Previdência (Emenda à Constituição nº 41, de 2003 e PEC Paralela, transformada na Emenda Constitucional nº 47, de 2005) resolvemos atualizar o texto anterior sobre o tema, incorporando as mudanças que resultaram da chamada PEC Paralela.

A crescente produção de proteína animal no Brasil tem estreita relação com a saúde do rebanho e os produtos para a saúde animal, conhecidos como produtos de uso veterinário, ou simplesmente produtos veterinários, são ferramentas indispensáveis na prevenção, diagnóstico e tratamento das doenças dos animais. O artigo analisa a situação dos produtos veterinários no Brasil e no MAPA

Pagina 1 de 3

Setor Comercial Sul, QUADRA 02, BLOCO C, 4º andar, Ed. Jockey Club, Brasilia-DF, Cep: 70.302-912, Brasília-DF -(61) 3321 5241