Canal Rural reproduz comunicado do Anffa Sindical sobre corte de recursos para carreiras federais

Sindicato da categoria diz que governo ignora uma categoria que é essencial para a segurança alimentar do Brasil

Após definição do Orçamento para 2022 no Congresso, os fiscais federais agropecuários podem paralisar suas atividades, segundo alegou o Sindicato Nacional dos Auditores Fiscais Federais Agropecuários – Anffa Sindical. Em comunicado, o Sindicato disse que o Governo Federal não tem utilizado critérios de priorização para carreiras de servidores federais e ainda criticou o corte de recursos para 2022.

“O sindicato protesta contra o fato de o Executivo e o Congresso Nacional deixarem os profissionais de fora da verba de R$ 1,7 bilhões, destinadas a outras carreiras federais, e ignorar uma categoria que é essencial para a segurança alimentar do Brasil. Durante o ápice da pandemia de Covid-19, por exemplo, os auditores garantiram a circulação de produtos agropecuários inspecionados e mais seguros para o consumo da população brasileira e para o mundo, evitando riscos de desabastecimento”.

A entidade ainda reclama da falta de profissionais e alega que  faltam 1.620 auditores fiscais federais agropecuários no quadro de servidores por falta de reposição por meio de concurso público. “Por esses motivos, a categoria, indignada por ter sido prejudicada na Lei Orçamentária Anual (LOA) de 2022, marca assembleia que pode resultar na paralização das atividades de fiscalização”, destaca o Anffa Sindical.

Confira o material na íntegra clicando aqui. 

Anffa Sindical

ANFFA Sindical é o Sindicato Nacional dos Auditores Fiscais Federais Agropecuários
Setor Comercial Sul, Quadra 2, Bloco C, 4º andar, Ed. Jockey Club - 70.302-912 - Brasília, DF
+55 (61)3224-0364  / +55 (61) 3246-1599
+55 (61) 3968-6573 / + 55 (61) 99202-4764 
+ 55 (61) 99226-6626  / + 55 (61)99932-0149