AFFAs interditam fábrica clandestina de cachaça em São Lourenço da Mata, no Pernambuco

No local, de acordo Sérgio Farias, um dos AFFAs que atuaram na operação, era produzida uma mistura, possivelmente de água com álcool, e colocadas em garrafas com rótulos de uma marca conhecida no mercado


Uma fábrica clandestina que produzia cachaça foi interditada na última quinta-feira (30/08), em São Lourenço da Mata, na região metropolitana de Recife, no Pernambuco.

A ação, que foi integrada por Auditores Fiscais Federais Agropecuários (AFFAs), da Superintendência Federal de Agricultura do estado (SFA-PE), teve início após um levantamento feito pelas polícias Militar e Rodoviária Federal, que também participaram da fiscalização, de que um imóvel rural estava fazendo falsificação de bebida alcoólica.

No local, de acordo Sérgio Farias, que é Chefe do Serviço de Inspeção, Fiscalização e Sanidade Vegetal (SIFISV) e um dos AFFAs que atuaram na operação, era produzida uma mistura, possivelmente de água com álcool, e colocadas em garrafas com rótulos de uma marca conhecida no mercado.

“Eles compravam embalagens vazias deste produto que tem registro no Mapa e faziam a lavagem do material para, em seguida, envasar com a “bebida” de produção clandestina. A suspeita de que seja uma mistura de água e aguardente ou até mesmo a utilização de álcool, se deu por conta de o local não ter equipamentos mínimos para produção e apenas tanques para misturas, além de não haver a menor condição higiênica para manipulação de qualquer bebida, inclusive com a presença de animais no recinto”, contou.

Foram apreendidos pelos Auditores Agropecuários 3 mil litros da mistura a granel e mais 360 garrafas cheias, além de 10 mil garrafas vazias com rótulos e uma grande quantidade de tampas. A estimativa da produção semanal é de 150 engradados com 12 garrafas cada, totalizando 1.800 garrafas por semana.

Os AFFAs lacraram as instalações, apreenderam todo o material encontrado e lavraram os documentos fiscais pertinentes, inclusive auto de infração, que poderá gerar a imputação de multas ao final do processo administrativo. As amostras coletadas da bebida serão enviadas para laboratório da rede Mapa para que sejam realizadas análises de fiscalização, que visam verificar a adequação aos Padrões de Identidade e Qualidade estabelecidos na legislação, além de pesquisar a presença de substâncias nocivas para o consumo humano.

Também participaram desta ação os AFFAs Ana David, Evine Fernandes, Guilherme Maciel e Ilma Gonçalves, do SIFISV/SFA-PE.
 

Anffa Sindical

ANFFA Sindical é o Sindicato Nacional dos Auditores Fiscais Federais Agropecuários
Setor Comercial Sul, Quadra 2, Bloco C, 4º andar, Ed. Jockey Club - 70.302-912 - Brasília, DF
+55 (61) 3246 1599 +55 (61) 3037 1401