Dia Nacional de Mobilização em prol da Defesa Agropecuária terá série de palestras nesta quarta (19)

“Teremos um dia completo de varias atividades. Não será um dia de paralisação, mas de mobilização. Teremos uma sequência de atos para trazermos à tona a essencialidade desse nosso trabalho”, disse Maurício Porto. 

O Dia Nacional de Mobilização em prol da Defesa Agropecuária, previsto para a próxima quarta-feira (19), será celebrado com uma série de debates on line promovidos pelo Anffa Sindical em parceria com a União Nacional dos Servidores da Defesa Agropecuária (Unafa) e a Unafa Associação.

A programação começa cedo, a partir das 8h30, com uma palestra motivacional ministrada pela empresa Evolue. Acesse o link aqui.

Às 9h30, o presidente do Anffa Sindical, Maurício Porto, o presidente da Unafa, Marcelo Silva, e o coordenador do Comando Nacional de Mobilização (CNM), Welciton Assunção, farão a abertura oficial da agenda prevista, conforme a Assembleia Geral Nacional Extraordinária (AGNE) realizada dia 3 de agosto, que deliberou pela criação da data para debater as questões relacionadas à Defesa Agropecuária e suas peculiaridades. A Assembleia também definiu pela suspensão imediata do atendimento dos turnos extras de abate. Acesse o link aqui.

Das 10h30 às 12h, o consultor Luiz Alberto abordará a “Terceirização da Defesa Agropecuária”. Acesse o link aqui.

Após o intervalo do almoço, entre 14h e 15h, Marcelo Pouso Coutinho e Alessandro Silva Lopes, que integram a lista dos 140 médicos veterinários já aprovados no último concurso para a carreira de Auditor Fiscal Federal Agropecuário, falarão sobre o processo administrativo no Ministério da Economia referente à convocação dos excedentes do último concurso. Acesse o link aqui.

Dando sequência à programação, entre 15h30 e 16h30, será a vez de o deputado federal Carlos Veras (PT/PE), e o assessor parlamentar do Anffa Sindical, Enrico Ribeiro, falarem sobre a Lei 173/2020. O parlamentar é o autor do PLP 145/2020, que propõe revogar o artigo 8º da Lei Complementar 173/2020 e excluir, assim, do congelamento salarial, as categorias pertencentes à área de fiscalização e defesa agropecuária. Ele participou de uma live promovida pelo Sindicato sobre o tema no dia 13 de julho.  Acesse o link aqui.

Por fim, Maurício Porto e Marcelo Silva farão as considerações finais sobre a mobilização, no horário de 17h às 17h30. Acesse o link aqui.

Essencialidade – Maurício Porto lembra da importância da mobilização conjunta, englobando as competências em nível federal, estadual, municipal e distrital e da característica do ato deste dia. “Teremos um dia completo de varias atividades. Não será um dia de paralisação, mas de mobilização. Teremos uma sequência de atos para trazermos à tona a essencialidade desse nosso trabalho, visto que estamos vivendo em uma pandemia e o agronegócio não parou. Inclusive, teve um incremento nas exportações com a garantia da inocuidade desses insumos e produtos. E isso só foi possível graças aos servidores que cumprem seu papel com compromisso e dedicação”, disse.

O vice-presidente da Unafa Associação, Francisco Saraiva, reiterou a satisfação na parceria com o Anffa Sindical em prol do fortalecimento da Defesa Agropecuária Nacional e pediu apoio de todos para uma reflexão. “Esse será um dia em que vamos debater a situação nacional e estadual porque neste dia cada estado também estará fazendo a sua reflexão, as suas reivindicações e discutindo seus reclames. Então, é um momento pleno da democracia sindical onde vamos mostrar para o meio produtivo, para a sociedade e para a classe política a importância estratégica da Defesa Agropecuária para o desenvolvimento do Brasil”, ressaltou.

Saraiva também lembrou do descaso do governo federal e dos governos estaduais com a área. “Os recursos que são alocados para este setor, na média, são contingenciados, então, temos hoje frotas sucateadas nos estados, baixo quantitativo de profissionais de carreira, necessidade de nomeação onde houve concurso, necessidade de recursos para deslocamento, infraestrutura, entre outros. É uma situação complicada em nível federal e estadual”, completou.

Para o coordenador do CNM, Welciton Assunção, este é um momento de força e união. “Precisamos que todos os Auditores, sem exceção, se unam nesse processo. Até porque esse é o início de uma caminhada. Acredito que se não tivermos nenhum sucesso nas nossas negociações, as próximas medidas sejam mais duras”.

 

 

Anffa Sindical

ANFFA Sindical é o Sindicato Nacional dos Auditores Fiscais Federais Agropecuários
Setor Comercial Sul, Quadra 2, Bloco C, 4º andar, Ed. Jockey Club - 70.302-912 - Brasília, DF
+55 (61)3224-0364  / +55 (61) 3246-1599
+55 (61) 3968-6573 / + 55 (61) 99202-4764 
+ 55 (61) 99226-6626  / + 55 (61)99932-0149