16
Sex, Nov

MAPA

O Serviço Federal para Vigilância Sanitária e Fitossanitária da Rússia (Rosselkhoznadzor), órgão que regula a segurança na agricultura do país, anunciou nesta quarta-feira (31) que vai liberar importações de carnes suína e bovina de nove fornecedores do Brasil a partir de 1º de novembro. A carne brasileira estava embargada no mercado russo desde novembro de 2017 devido à presença de ractopamina em produtos de origem animal de plantas frigoríficas brasileiras. (Fonte: Agencia Brasil)

O presidente do Anffa Sindical, Maurício Porto, ressalta a importância da abertura de mercados para o país e ressalta a ligação com o trabalho dos AFFAs, que trabalham, não só na certificação dos produtos de exportação, mas nas negociações com países.

“Devemos a reabertura de mercados também às negociações dos adidos agrícolas que negociam juntos aos países importadores”, afirma o presidente.

Segundo dados do MAPA, em 2017, foram selecionados 16 novos adidos agrícolas brasileiros, designados para Tailândia, Índia, Vietnã, Arábia Saudita, Coréia do Sul e México. Foram designados na mesma data das nomeações, adidos agrícolas na Argentina, África e Rússia e reconduzidos aos cargos representantes do Brasil na União Europeia, em Genebra e nos Estados Unidos. 

0
0
0
s2sdefault