Secretários estaduais pedem 'contato permanente' com Ministério da Agricultura

Em comunicado, o ministro Blairo Maggi afirmou que pretende intensificar a relação com os Estados


O secretário da Agricultura, Pecuária e Irrigação do Rio Grande do Sul, Ernani Polo, foi um dos que estiveram com o ministro.
Crédito da Foto: Alexandre Farina

Os secretários de Agricultura do Brasil pediram um canal de comunicação direto com o Ministério da Agricultura, para acompanhamento de propostas e contribuições ao desenvolvimento do setor agrícola. Esse foi o principal ponto discutido com o ministro da pasta, Blairo Maggi, na manhã desta quarta-feira (18/5), em Brasília (DF)."Precisamos de um contato permanente com a pasta para nossas propostas e contribuições ao desenvolvimento do setor agrícola", disse o presidente do Conselho Nacional dos Secretários de Estado da Agricultura (Conseagri), João Cruz Reis Filho, de Minas Gerais.

O ministro afirmou que pretende intensificar a relação com os secretários de Estado e ressaltou: "É preciso também que vocês nos cobrem frequentemente. Se não, não funciona", disse ele, em comunicado do ministério.

Os secretários de Agricultura de 10 Estados e do Distrito Federal que estiveram presente ao encontro também sugeriram o fortalecimento das políticas de irrigação e florestas plantadas, conservação do solo e infraestrutura rural, além do treinamento de fiscais federais agropecuários pela Escola Nacional de Gestão Agropecuária (Enagro). Por causa das perdas agrícolas na safra atual de grãos, o Conseagri defendeu a renegociação das dívidas de custeio e investimento dos produtores com as instituições financeiras. Estiveram na reunião os secretários de Agricultura do Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Paraná, Rio de Janeiro, Minas Gerais, Distrito Federal, Tocantins, Pará, Alagoas, Maranhão e Amazonas.

Fonte: Revista Globo Rural

Anffa Sindical

ANFFA Sindical é o Sindicato Nacional dos Auditores Fiscais Federais Agropecuários
Setor Comercial Sul, Quadra 2, Bloco C, 4º andar, Ed. Jockey Club - 70.302-912 - Brasília, DF
+55 (61)3224-0364  / +55 (61) 3246-1599
+55 (61) 3968-6573 / + 55 (61) 99202-4764 
+ 55 (61) 99226-6626  / + 55 (61)99932-0149